Clareamento em Consultório

Por Nova DFL em quinta-feira, 17 jan 2013

Peróxido de Hidrogênio 35% (Total Blanc Office, Nova DFL) ativado com luz híbrida.

RESUMO

Atualmente, o interesse em procedimentos odontológicos estéticos é comum a pacientes de todas as idades e de qualquer parte do mundo. Um dos problemas mais comuns na Odontologia relacionado à estética é a pigmentação ou escurecimento dentário, ao longo dos anos, que apresenta como tratamento mais conservador o clareamento dentário.

O clareamento de dentes vitais é um procedimento bem aceito e seguro para o tratamento de superfície e pigmentação intrínseca dos dentes, podendo ser realizado com moldeira (técnica caseira) ou sob isolamento (técnica em consultório). A escolha do gel clareador é uma etapa extremamente importante e fundamental para o sucesso clínico do tratamento. Existem várias opções no mercado de marcas e concentrações de agentes clareadores para serem empregados no consultório. No caso clínico apresentado, foi utilizado o gel clareador à base de peróxido de hidrogênio a 35%,Total Blanc Office (Nova DFL) associado à fonte de luz híbrida com o intuito de acelerar a reação de clareamento.

Este gel clareador também pode ser empregado sem ativação com luz na técnica em consultório, onde o mesmo deve ser aplicado por duas vezes consecutivas de 20 minutos em cada uma das sessões de clareamento. A escolha do gel clareador foi determinada por sua efetividade e sucesso em tratamentos prévios, mas também pelas características de facilidade e praticidade na aplicação do gel clareador Total Blanc Office (Nova DFL). Esse material apresenta perfeito proporcionamento, uma vez que sua apresentação em seringas pré-dosadas facilita a mistura e aplicação do gel, utilizando a técnica seringa a seringa. O gel clareador empregado apresenta viscosidade e tixotropia ideais, permitindo que seja aplicado em camadas homogêneas e fique em contato com o esmalte dental sem que escorra durante o procedimento clareador.

RELATO DO CASO CLÍNICO

Paciente do sexo feminino, 30 anos, compareceu à Clínica de Dentística da Faculdade de Odontologia de Bauru relatando durante a anamnese, como queixa principal, a insatisfação com a cor dos dentes escurecidos (Fig. 1).
Após exame clínico e radiográfico, o tratamento proposto foi o clareamento em consultório com peróxido de hidrogênio a 35% Total Blanc Office (Nova DFL) (Fig. 2), ativado com luz híbrida LED/Laser terapêutico. Inicialmente, foi realizada profilaxia com escova Robson (pedra pomes + água), com o intuito de deixar as superfícies dentais livres de qualquer biofilme bacteriano (Fig. 3). Na sequência, foi feita a seleção de cor dos dentes (A2) com o auxílio da escala Vita Classic (Fig. 4) e a proteção dos tecidos moles com a barreira gengival fotopolimerizável Total Blanc Office Protetor Gengival, (Nova DFL), que acompanha o kit do produto (Fig. 5). O gel clareador foi manipulado e aplicado sobre as superfícies dentárias (Fig. 6). Aguardou-se 1 minuto e em sequência foi feita a ativação do gel com luz híbrida por duas vezes consecutivas de
3 minutos cada, com intervalo de 1 minuto entre cada ativação com a luz híbrida (Fig.7). O gel clareador foi então removido das superfícies dentárias e esse procedimento foi realizado por mais uma vez na mesma sessão, totalizando 24 minutos de tempo de ação do gel clareador sobre os dentes. Após o clareamento, procedeu-se o polimento dos dentes (Fig. 8) com disco de feltro e pasta à base de óxido de alumínio de cor branca, seguido da aplicação por 4 minutos do Total Blanc Office Dessensibilizante (Nova DFL) à base de fluoreto de sódio neutro a 2% e nitrato de potássio a 5% (Fig. 9). Por fim, foi realizada novamente a seleção de cor e o resultado foi bastante satisfatório, uma vez que a cor inicial era A2, e ao final do clareamento os dentes apresentavam cor abaixo do A1 (Fig. 10).

É importante ressaltar que a paciente ficou bastante satisfeita com o resultado e a mesma não apresentou sensibilidade dentária durante e após o clareamento.
As técnicas de clareamento em consultório, com e sem ativação com fonte de luz, para dentes polpados proporcionam excelentes resultados estéticos e o Cirurgião-Dentista tem hoje uma nova e excelente opção de gel clareador à base de peróxido de hidrogênio a 35% Total Blanc Office (Nova DFL), para ser empregado na técnica em consultório, com a possibilidade de ativação ou não com fonte de luz para catalisação do gel clareador.

 

Fig 1- Aspecto inicial do sorriso.

Fig 2 – Apresentação em seringas (espessante + peróxido) do gel clareador Total Blanc Office.

 

Fig 3 – Profilaxia com escova Robson (água + pedra pomes)

 

Fig 4 – Escolha da cor inicial A2

 

Fig 5 – Isolamento dos dentes após aplicação e fotopolimerização da barreira gengival.

 

Fig 6 – Aplicação do gel clareador

 

Fig 7 – Ativação do gel clareador com luz Híbrida

 

Fig 8 – Polimento das superfícies clareadas

 

Fig 9 – Aplicação do dessensibilizante por 4 minutos

 

Fig 10 – Resultado imediato após o clareamento

 

Fig 11 – Sorriso final

 

Autores:

Dr. Rafael Francisco Lia Mondelli

Professor Associado do Departamento de Dentística, Endodontia e Materiais Odontológicos, Faculdade de Odontologia de Bauru, Universidade de São Paulo.

Dra. Mariana Ontelo Ortiz

Especialista em Dentística, Faculdade de Odontologia de Bauru, Universidade de São Paulo.

Dra. Marina Studart Alencar

Mestranda em Dentística, Departamento de Dentística, Endodontia e Materiais Odontológicos, Faculdade de Odontologia de Bauru, Universidade de São Paulo.