Selantes: uma alternativa para prevenção de lesões de cárie

Por Nova DFL em quarta-feira, 21 ago 2013

Apesar do aperfeiçoamento e desenvolvimento de materiais na Odontologia, a doença Cárie ainda é principal responsável pela perda dos dentes. É necessário que conheçamos o processo de progressão da doença a fim de que possamos trata-la prevenindo!

Para entendermos este processo de uma maneira bem simples é preciso saber que a cavidade bucal é uma região colonizada por milhões de micro-organismos (bactérias), que possuem a capacidade de transformar resíduos alimentares encontrados na boca em ácidos fortes que assim retiram o mineral do dente enfraquecendo-o e formando uma cavidade, a lesão da cárie.
Hoje esse conceito é bem mais amplo e a cárie é o processo de perda mineral do dente sem que haja ainda a cavitação evidente.
A lesão de cárie, não é iniciada como muitos pensam com uma cavidade e mesmo em superfícies não visíveis ao exame clínico, sabe-se que o início do processo é caracterizado por manchas brancas, de aspecto poroso e opaco. Nessa fase da doença, o processo pode ser revertido (ou paralisado), embora a cicatriz da doença permaneça. O padrão de desenvolvimento da lesão varia de acordo a superfície de cada dente.

“É interessante ressaltar que os dados de alguns países desenvolvidos mostram que, desde a década de 70, a prevalência de cárie tem diminuído, apesar de ainda ser uma doença crônica na população. Isso nos mostra que, embora ainda haja uma mentalidade restauradora em nível mundial, os tratamentos estratégicos, de prevenção obtiveram sucesso.

Por isso, é necessário ressaltar a importância do controle de placa, dieta e presença de flúor, assim como a utilização de selantes.

Selantes são resinas fluidas capazes de escoar nas fóssulas e fissuras penetrando nos microporos do esmalte condicionado por ácido onde assim será fixada mecanicamente. O selante tem a finalidade de isolar fisicamente a superfície oclusal de molares e pré-molares do meio bucal, preservando a saúde dentária numa das superfícies mais expostas.

Dentro da prevenção, que pode permitir uma associação de métodos, são utilizados os selantes de fóssulas e fissuras para o controle das cáries oclusais, principalmente em crianças de idade escolar.

Para isso indicamos: