Restauração Estética em Resina Composta

Por Nova DFL em quarta-feira, 25 jul 2012

Veja o passo-a-passo de  uma Restauração Estética em Resina Composta.

Paciente, sexo feminino procurou a Clínica Integrada da Faculdade de Odontologia da UFF, com uma restauração de Amálgama de prata tipo Classe II insatisfatória, com deflexão marginal, comprometimento estético e suscetibilidade à infiltração marginal. (Figuras 1, 2 e 3).

De acordo com o exame clínico e radiográfico (figura 4), foi constatada a necessidade de substituição da restauração.

Para iniciar o procedimento, o isolamento absoluto do campo operatório foi executado.

Em seguida, foi realizada a remoção da restauração da amálgama de prata com o auxílio de uma ponta diamantada 1045 (Figura 5).
Após a completa remoção da restauração, iniciou-se então o procedimento restaurador.

Primeiramente, o condicionamento ácido foi executado, utilizando um ácido fosfórico a 35% durante 15 segundos.  Após o condicionamento ácido, a cavidade foi lavada pelo dobro do tempo de condicionamento e seca com o auxílio de um papel absorvente.

Em seguida, procedeu-se então a aplicação do sistema adesivo Natural Bond DE (Nova DFL) , seguindo as instruções do fabricante (Figura 6).  A resina composta utilizada foi a Natural Look (Nova DFL), uma resina microhíbrida com carga inorgânica apresentando tamanho médio das partículas de 0,5 micron. Previamente a inserção da resina, uma matriz metálica foi selecionada e adaptada na caixa proximal distal e estabilizada com uma cunha de madeira e anel proximal, com o objetivo de estabelecer um adequado ponto de contato (Figura 7).

Em seguida, a resina composta foi inserida primeiramente na caixa proximal distal, por meio de incrementos oblíquos (Figura 8). Para a inserção da resina composta na caixa proximal mesial, a mesma técnica de inserção foi adotada.

Após a inserção da resina composta nas caixas proximais, as matrizes foram removidas e a cavidade apresentou-se semelhante a uma cavidade tipo classe I, o que tornou mais fácil para realizar a escultura e caracterização da restauração. A primeira camada de resina composta de dentina A2 Natural Look (Nova DFL) foi inserida na parede pulpar da caixa oclusal e fotopolimerizada (Figura 09).

Em seguida, uma segunda camada de resina esmalte A2 foi inserida e dividida em lóbulos com o auxílio de uma sonda exploradora.

Um corante amarelo aplicado no fundo de sulco para dar mais profundidade e naturalidade à restauração final (Figura 10).

O último incremento de resina incisal foi realizado cúspide a cúspide (Figuras 11 e 12).

O isolamento absoluto do campo operatório foi removido após a restauração ter sido concluída. Foi realizado o ajuste oclusal com pontas diamantadas de granulação fina e o acabamento e polimento com pontas de silicone com duas granulações – Polidores DFL (Nova DFL) (Figura 13).

 

As figuras 14 e 15 mostram a restauração concluída após o acabamento e polimento.

01 Aspecto inicial .

 

02 Aspecto inicial.

 

 

03 Aspecto inicial.

 

 

04 Radiografia periapical inicial.

 

 

05 Isolamento absoluto do campo operatório e remoção da restauração de amálgama com ponta diamantada.

 

 

06 Procedimento adesivo: condicionamento com ácido fosfórico e aplicação do sistema adesivo Natural Bond DE (Nova DFL).

 

 

07 Adaptação da matriz de aço na caixa proximal distal.

 

 

08 Inserção da resina composta em incrementos oblíquos. 

 

 

09 Inserção de resina composta de dentina A2 Natural Look (Nova DFL).

 

 

10 Inserção de resina composta para esmalte, divisão em lóbulos com o auxílio de uma sonda exploradora e aplicação de corante amarelo.

 

 

11 e 12 Aplicação de resina composta incisal cúspide a cúspide.

 

 

 

13 Acabamento e polimento da restauração.

 

 

14 e 15 Vista oclusal e proximal da restauração concluída.

 

Autores:

Dr. Marco Antonio Gallito

Prof. Adjunto de Clínica Integrada da UFF

Doutor em Dentística UERJ

Dr. Gustavo Oliveira dos Santos

Prof. Adjunto de Clínica Integrada da UFF

Doutor em Dentística UERJ

Dra. Renata Tedesco Redon

Especialista em Prótese – UVA

Karin Egger

Aluna de graduação em odontologia – UFF

Dr. Raphael Vieira Monte Alto

Prof. Adjunto de Clínica Integrada da UFF

Prof. do curso de especialização em

Implantodontia – UFF

Doutor em Dentística UERJ

Para ver  o vídeo de Restauração, clique aqui!

Para ver o vídeo de Polidores, clique aqui!